Avenida Paulista, 2202, São Paulo, Brasil
+55 11 4673-0515
contato@perftracker.com.br

Diversidade: sua empresa está dentro dessa?

Diversidade: sua empresa está dentro dessa?

A diversidade é uma realidade muito presente nas empresas. Como a sua empresa lida com isso?

Muito se fala de diversidade, mas o quanto sua empresa está realmente engajada nesse assunto?

Por definição do dicionário, diversidade é: substantivo feminino que caracteriza tudo que é diverso, que tem multiplicidade; diversidade é a união de tudo aquilo que apresenta múltiplos aspectos e que se diferenciam entre si, por exemplo – diversidade cultural, diversidade biológica, diversidade étnica, linguística, religiosa, etc.

Uma das mudanças mais notadas nos últimos tempos no mercado de trabalho, é o quanto os colaboradores tem se posicionado e se expressado. Temas como acessibilidade, empoderamento, gestão e diversidade são assuntos cada vez mais presentes no ambiente de trabalho, portanto, a diversidade in company é uma necessidade para um time cada vez mais global, sem fronteiras e multicultural.

Aceitar a diversidade consiste basicamente em respeitar ideias, culturas e histórias diferentes da sua, além é claro, do que já sabemos, como saber lidar com gêneros, cores ou orientações distintas (muito desse assunto conversa com a empatia, que já falamos por aqui, lembra?), entre tantos outros vieses.

Dentro do Brasil é impossível não falar sobre diversidade. O nosso país tem uma das culturas mais diversificadas de todo mundo, pois teve influências de todos os cantos do globo.

Como as empresas lidam com isso?

Hoje, o RH de qualquer companhia preza pela pluralidade. E dentro desse cenário, surge também o desafio de como instalar um ambiente de trabalho diverso, e que saiba acolher as diferenças, mas alguns dados podem nos mostrar um pouco melhor o quanto essa realidade ainda é distante (dados retirados de uma pesquisa realizada pelo Instituto Ethos com 500 empresas brasileiras):

  • Somente 2% dos funcionários das maiores empresas brasileiras são PCD (pessoa com deficiência) – essa número equivale apenas à porcentagem que é exigida por lei.
  • 94,2% dos cargos executivos pertencem a brancos, enquanto os negros são só 4,7% dessa estatística.
  • As mulheres são 58,9% do número de estagiárrias, porém só 13,6% das vagas de executivas.
  • Não existe nenhum executivo indígena dentro das empresas pesquisadas.
  • As mulheres recebem apenas o equivalente a 70% do salário dos homens, estando no mesmo cargo.

Por outro lado, além da questão ética, e humana, a pluralidade pode trazer melhores lucros e resultados dentro das empresas. Segundo um estudo realizado pela Organização McKinsey & Company, temos os seguintes apontamentos:

  • Empresas com diversidade de gênero, tem 13% mais probabilidade de ter rendimentos acima da média.
  • Nos EUA, a cada 10% de aumento na diversidade étnica ou racial na equipe de executivos, os lucros aumentam em 0,8%.
  • Empresas com diversidade étnica e racial, te 35% mais chances de ter rendimentos acima do seu setor.

Em outra pesquisa, feita pela Harvard Business Review, temos:

  • Os funcionários que trabalham em um ambiente onde a diversidade é reconhecida, estão 17% mais engajados e dispostos a explorar além das suas responsabilidades.
  • Os conflitos chegam a ser 50% menores quando se tem uma equipe plural.

Legal, mas como eu posso implantar isso dentro da minha empresa?

Em primeiro lugar: tenha em mente que isso é um processo. Uma vez que estamos falando sobre a cultura da empresa, que está enraizada nos processos e até mesmo nos colaboradores, isso leva um tempo para ser uma realidade.

Este é um movimento que deve ser feito de cima para baixo. As diferenças precisam ser trabalhadas dos gestores para os colaboradores, no dia a dia aos poucos. Os líderes precisam gerar motivação, engajar e influenciar positivamente.

As áreas responsáveis pelo recrutamento, pelo marketing e pela comunicação de uma companhia, são os que devem ter uma força maior na hora de implementar a diversidade, adaptando as situações e mudando o cotidiano e os processos ultrapassados. Os processos de seleção, por exemplo, devem ter esse conceito de diversidade em mente: deixar de lado padrões (muitas vezes preconceituosos!) na hora de trazer para o time, um novo colaborador. A ordem é priorizar sempre o talento, respeitar as diferenças e extrair o melhor de cada funcionário.

Mas não adianta apenas ter gestores facilitadores, processos renovados, se as atitudes continuam sendo as mesmas. É necessário que a empresa crie mecanismos facilitadores de interação, para construção de relações internas saudáveis e de uma comunicação que funcione entre todos, tendo como background um objetivo comum, o de incluir.

Claro que todo esse passo a passo exige uma grande mudança e um planejamento prévio. É preciso avaliar o quadro de funcionários, trabalhar a cultura organizacional, rever os processos de recrutamento e trabalhar a comunicação interna de uma maneira forte. Mas um primeiro passo tem que ser dado, e quanto antes isso for feito, maiores os ganhos que sua empresa terá.

Investir na diversidade gera uma melhor gestão de riscos, abre oportunidades para inovação, aumenta a conexão com diversos públicos, constrói uma imagem boa da sua empresa. Mas vale lembrar que o conceito de diversidade só é realmente implantado quando a crença de que as experiências diferentes contribuem de maneira significativa para o alcance de resultados.

E aí, anotou as dicas?

Investir em diversidade melhora o diálogo com vários públicos, além de trazer soluções inovadoras. Se uma equipe tem um problema para ser resolvido, ele certamente será melhor solucionado se pessoas com diversas experiências e conhecimentos troquem suas ideias e visões para chegar em um senso comum. O fator diversidade contribui para que haja mais originalidade em suas produções, uma vez que o ambiente favorece para que as ideias circulem, tornando os profissionais mais engajados e produtivos.

E além do âmbito interno da empresa, o aprendizado da multiplicidade é difundido na sociedade pelos próprios profissionais. Quando estão em outras empresas em reuniões e visitas, por exemplo, eles reproduzem esse comportamento tolerante aprendido e se tornam exemplos, além de falar muito bem da sua companhia.

A diversidade está finalmente tendo sua importância reconhecida, como pudemos ver no artigo. E você, está preparado para gerir funcionários tão diferentes? A PerfTracker pode te ajudar!! Nosso software recolhe dados enquanto os colaboradores trabalham e gera gráficos para que você possa monitorar o comportamento do seu time, gerando a demanda de acordo com o que eles desempenham de melhor, aumentando a produtividade da sua equipe.

Quer saber mais? Então acesse www.perftracker.com.br,  descubra todas as nossas funcionalidades e peça o seu mês grátis!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.